Gif mirella

Denise (MT), 15 de dezembro de 2018 - 17:25

? ºC Denise - MT

Curiosidades

SAÚDE 14/09/2018 03:55 Andrea Salmeron - Agência Noar

"Tudo que faz mal para o seu coração, faz mal para o seu pênis"; urologista alerta sobre causas da disfunção erétil

Condição mais temida pelos homens atinge cerca de 10 milhões de brasileiros e pode ser tratada com medicamentos ou com o implante de prótese

Hipertensão, colesterol, obesidade e hábitos como consumo de tabaco e álcool, além do estresse, são fatores de risco que atingem não somente o coração, mas a vida sexual dos homens, podendo causar a tão temida disfunção erétil, popularmente conhecida como impotência. Segundo pesquisa da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), a condição é o segundo problema de saúde mais temido pelos homens, depois das doenças cardiovasculares e o infarto.

A disfunção erétil afeta a qualidade de vida do homem, em relação à autoestima, e consequentemente, atinge a qualidade de vida da família, que se relaciona com o paciente. Estudos indicam que cerca de 10 milhões de homens apresentam problemas de ereção no país e muitos vão se defrontar com a condição ainda este ano.

Segundo o professor de Urologia da UNIFESP e urologista do Hospital Sírio Libanês, Fernando Almeida, a dificuldade de ter ou manter uma ereção pode estar associada a problemas vasculares, estresse ou maus hábitos alimentares e consumo de álcool e tabaco. "Durante a ereção, a artéria peniana se abre, para a passagem de um fluxo intenso de sangue, que mantém o pênis ereto. Quando há um acúmulo de gordura nos vasos do corpo, causando a obstrução das artérias, a passagem do sangue será limitada e, portanto, a ereção também".

O especialista esclarece que existem opções de tratamento para a disfunção erétil com medicações via oral, injeções intracavernosas e tratamentos definitivos como a colocação de um implante.

Prótese peniana

Existem dois tipos de próteses, a maleável e a inflável. A prótese peniana maleável é composta de dois cilindros flexíveis colocados dentro do pênis. Ela cria uma ereção permanente e é posicionada para permitir a penetração e a relação sexual. São mais acessíveis, por terem cobertura dos convênios, e mais fáceis de manusear, mas podem causar constrangimentos sociais, por manter o pênis sempre ereto.

Já a prótese peniana inflável simula o mecanismo natural de funcionamento do pênis, permitindo uma ereção totalmente rígida durante a relação sexual e depois a flacidez completa. Ela é composta por dois cilindros, um reservatório de soro contido no corpo e uma bombinha localizada dentro do saco escrotal. Para obter uma ereção, o homem aperta a bombinha e o soro do reservatório é transferido para o pênis, causando a ereção. Após a relação sexual, o homem aciona a bombinha e o pênis volta para o estado de flacidez.

Andrea Salmeron (11 3170.30.94)Agência Noar

Gif paroquia okImg 20180921 wa005633164909 2067109429970035 5076318986417733632 nImg 20180824 wa0052Img 20181106 wa0002Img 20181109 wa0047Fb img 1544175875577
1070x100

Click Denise

Todos os direitos reservados
É proibido a cópia total ou parcial do conteúdo, e a reprodução comercial sem autorização.
Denise- MT

Contato

Redes Sociais

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo